Pesquisar este blog

Pensamento - Consumidores de Conteúdo

25/02/2008
Esta semana postei no blog uma reflexão a respeito da exploração constante da imprensa referente à especulação (criação de boatos) que sempre acaba virando pauta noticiosa por longa data. Como bom entendedor de meias verdades de um modo geral, a população não se manifesta e ao invés de criar “produzir” sempre é consumidora de conteúdo o que acaba tornado o dia-dia mais sem assunto que o de costume. Ou ainda quando exploram a notícia como uma forma de acentuar as diferenças de classe, uma matéria que diz o RAP ser da paz, por exemplo, pode ser uma bomba relógio, ou não. O certo é que, sempre há algo pingando sangue na maioria dos jornais e ainda, nunca, há uma programação ou ao menos uma campanha que de fato impulsione a galera a desenvolver suas comunidades; que sempre permanecem a mingua e deleite de oportunistas políticos, estes sim que, aliás, têm desenvolvido novas formas para se promover. Uma delas o orkut, particularmente, mais um espaço de autopromoção do que um ambiente de produção “do bem” há sim, aqueles que exploram os mais maquiavélicos meios de destruir, inferiorizar, quando não, maquinar artimanhas para sacanear, ainda mais quando se trata de coletividade, aí sim, evidenciam-se grupos, e muito bem “organizados”. Não há nada na NET (...) que possa propor o oposto. Aí está um grande desafio para os atuais educadores e gestores do “poder” público, utilizar dos espaços alternativos, entre eles a internet que possui inúmeros/as e aglomerações públicas com entusiasmo bastante para conseguirmos o que é de direito e não o que é considerado e dado na prática “caridade”. Nem o mínimo vem sido cumprido, quem dirá as obrigações. A enorme devastação da Amazônia, que já não é mais “devastação”, está mais para exploração... Esta nem é capa de nada. Ninguém está nem cagando para isso(...)
_ O meio ambiente é no mato; onde tem bicho.
_ Onde eu moro não tem mais meio ambiente.
_ É assim mesmo.
Este é o tipo de afirmação omissa e inerte que estou (mos) saturado de ouvir, faço minha parte, acho. Não jogo meu lixo em vias públicas, tento consumir só o necessário e sempre desligo a torneira quando escovo os dentes. Ninguém o faz, se o faz não tem coragem de contar para ninguém para não ser o bocó da turma.

Quebra de paradigmas e reflexão sobre o consciente coletivo.

24/02/2008
Toda a produção cultural que temos conhecimento nos dias atuais pode ser alterada a qualquer momento. Refiro-me, por exemplo, à larga produção digital que se forma e ainda as grandes correntes que se mobilizam em torno de termos, do tipo, “
organizações e/ou movimentos” afins... O avanço tecnológico será elemento desatador/devastador para valores, crenças e rituais que já a diversas gerações nos acompanham. Já é difícil para mim mesmo, sem ser preconceituoso, ver mulheres lavando suas roupas embaladas por músicas que saltam de suas bocas como um ato comum e expressão legítima de humanidade. Mesmo mitos e lendas pós-rurais que fizeram parte de minha infância como a quaresma ser um período de refúgio espiritual, em todos os sentidos... Lembro-me quando morria de medo pela madrugada, quando ouvia qualquer barulho e sempre me vinha na cabeça, como que de relance, e além de tudo como se fosse muito natural a imagem de um lobisomem. Aliás, essa ressaca de mitos e histórias, acho, foi o que desencadeou esse movimento estranho e esta sensação mórbida de perca de “localidade na realidade”. Caros amigos, a falência cultural é breve.

Teoria do Gato Flutuante

A soma de duas teorias que resultam em uma nova teoria que irá revolucionar o mundo!

Teoria Nº1: Teoria do Gato!

Já dizia Murphy, que sempre que você arremessar um gato para o alto ele jamais irá cair de costas, sempre de pé.


Teoria Nº2: Teoria da Bolacha!

Já dizia Murphy, que toda bolacha com manteiga arremessada para cima vai cair no chão com o lado da manteiga para
baixo!


Soma das duas teorias: Nº 1 + Nº 2 = TEORIA Nº 3 "TEORIA DO GATO FLUTUANTE"

Pegue o gato, passe manteiga em suas costas e jogue para cima... Pela 1ª Lei ele não pode cair de costas e pela 2ª ele tem que cair com o lado da manteiga para baixo, ou seja, as forças se ANULAM e ele FLUTUARÁ!!!

Pensamento - "O-missão"

É difícil compreender como é fácil manipular assuntos e gerar tendências a partir de reflexões tão simples que se tornam incompreensíveis como é o caso... Qualquer tipo de música ou atividade lúdica tem o poder transformador de re-significar e re-pensar a sua condição de vida... O fato, é que quando não se possibilita a vida com dignidade, respeito e igualdade, que é o caso do Brasil, abre-se as brechas necessárias para a auto-exclusão e consequentemente para as atitudes de re-inserção no "meio de vida"... Nesse contexto tão consumista e fútil, os objetos de consumo realmente são de consumo, pois, sua vida útil é tão curta que já é possível se questionar ou ainda rever esta nomenclatura. Ainda assim, as histórias, milhares...
_Ah, meu amigo era mendigo (tipo), trabalhou demais viu?!
_Sofreu!
_E hoje?
_Ah, hoje ele está rico e muito feliz.
_Olha, nessa vida temos que batalhar viu?!
É uma agressão à minha intelectualidade este tipo de afirmação! É impossível que a omissão seja tão descarada?! E você ainda pense o mesmo.

Por favor, leia esta reportagem:
http://ondajovem.terra.com.br/materiadet.asp?idtexto=279


video
Estou fazendo de tudo para migrar para linux. Ainda não consegui achar nenhum programa que funcione razoavelmente. Estou apanhando demais. Já li diversos tutoriais e até documentações enormes. Escutei diversas coisas e me convenci que não é possível migrar de uma só vez. É bom ver este vídeo. Fiz com o Kdenlive... Está muito tosco (o vídeo) Ô editor viu?! Fiz só para teste mesmo... parece bom...

Entrevista com Ted Gould - Um dos criadores do Inkscape

Esta é uma tradução (em andamento) da entrevista feita por Joshua Zeidner em 17 de fevereiro de 2008. O texto origina se encontra no site de Joshua.


JMZ: Ted, você esteve envolvido com o SVG por algum tempo. Como começou a trabalhar com o padrão SVG?

TG: Comecei primeiro a trabalhar com SVG por contribuir no Sodipodi, preciso dizer que realmente não entendia o que eu era naquele momento, estava mais interessado em desenho vetorial no geral. Mas agora passei a ser um defensor do SVG.

JMZ: Fiquei sabendo. Fora os membros do grupo de trabalho SVG na W3C, como Chris Lilley, você é um dos nomes mais proeminentes associados com essa tecnologia. Seu trabalho com o SodiPodi foi o que impulsionou o projeto Inkscape. Como aconteceu exatamente essa transição?

TG: Havia alguns desenvolvedores que estavam trabalhando no Sodipodi e não conseguiam colocar nossos patches na linha principal. Além de outras coisas, calculamos que deveria ser por causa de Lauris não ter tempo para analizar os patches. Tentamos colocar junto um desvio do Sodipodi para incluir as mudanças e ficar mais fácil para Lauris, esse desvio foi chamado "hydra." Quando Lauris ainda deixava de aplicar os patches sugerimos que poderíamos fazer um lançamento do hydra, onde então os usuários poderiam pegar alguns patches, e ele sugeriu que fizessemos um fork do projeto. E fizemos.

JMZ: Então parece que essa transição foi mais por causa de dinâmicas interpessoais do que falta de visão compartilhada, como algumas fontes sugerem.

TG: Eu concordaria com isso. Tivemos alguns conflitos técnicos, mas eu acredito que poderiam ter sido superados com um ambiente social mais forte.

JMZ: Vamos falar um pouco sobre o Inkscape. Então no seu ponto de vista, quanto o Inkscape avançou?

TG: Uau, avançou surpreendentemente. Eu brincava que Bryce queria ver 100 downloads por dia, o que é verdade, mas era como nós víamos nosso pequeno projeto no mundo. Chegou muito longe. E de jeito nenhum isso é graças a mim, mas realmente devido a todas as contribuições que nós recebemos de vários desenvolvedores excelentes. Nada que nós podíamos imaginar quando começamos.

JMZ: O Inkscape é um concorrente na área de ferramentas de design gráfico profissionais?

TG: No que diz respeito a uso profissional em alguns pontos a pergunta é vaga, existem pessoas que hoje o utilizam como parte dos seus trabalhos. Eu acho que hoje é uma questão de escolha e de quais recursos especificamente você precisa. Nós não suportamos coisas como gerenciamento de cores para impressão, então se você precisa disso, você irá escolher um outro produto. Mas também há as pessoas que usam o Inkscape para o design, e então levam para um produto como o Illustrator para finalizar a cor para impressão. Nós temos recursos que eles não têm e eles têm recursos que nós não temos. A chave para nós é ir além do "que as pessoas conhecem" enquanto estão ensinando produtos da Adobe em quase todos programas de arte educacional por aí. Esperamos que cortes no orçamento nos ajudem nesse ponto.

JMZ: Quais são os 5 maiores contribuidores do Inkscape?

TG: Sabe, pode parecer que é algo que deveria dizer depois de ganhar o Superbowl, mas realmente é um esforço conjunto. Tentei pensar numa lista, mas o fato é que pessoas diferentes contribuem em tempos diferentes em recursos diferentes. Não pode escolher. Há também bibliotecas que incluímos e que são essenciais para uma porção de usuários, coisas como potrace, libcoroco e lib2geom que não são tecnicamente "contribuidores do Inkscape" mas têm trabalhado muito no projeto indiretamente.

JMZ: Fora os possíveis ambientes educacionais com pouco orçamento, soube de algum nicho comercial em particular onde o Inkscape encontrou um lar?

TG: Acho que provavelmente a maior área comercial é o desenvolvimento de sites e prototyping. Creio que muitas pessoas estão usando ele para mockups e desenho até sem colocar SVG nos seus sites. O que é uma pena, mas muitos citam a compatibilidade do IE como motivo para não pôr SVG. I hope that'll change, if nothing else, to allow so that browsers who do support SVG will get the better, smaller graphics.

JMZ: Acho que nesse momento, SVG foi estabelecido num formato de desenho gráfico estável e confiável. Acho que as perguntas importantes são sobre se SVG será um padrão de publicação para web (ou talvez celulares). Em anos passados, Adobe foi talvez o instrumento mais importante em posicionar SVG como uma possível aleternativa ao Flash ou até ao HTML, mas abandonou esses esforços depois da aquisição da Macromedia. Há um notável nível de atividade com SVG, como visto no site da W3C. What do you forsee for SVG as a web standard?

TG: The magic 8-ball says "try again later" right now. I think it is very possible to see SVG start to emerge as a publishing standard, but it's not at all clear that it will. It's close though, a "major project" might kick it over the edge. If someone like Google Maps would provide an SVG interface (which would look good and be cheaper for them to render) then I think many others would follow. There simply isn't that major player taking the lead which many web designers who want to use SVG can take to their management and sell them on it. Google, call me wink

JMZ: Well I think you're referring to the situation where SVG is used in place of GIF or JPEG, but again, some were pushing for an SVG that would replace HTML. The possibilities for interactive SVG via javascript suggest some interesting potentials in the 'rich media' realm. Perhaps SVG will follow the same adoption pattern as CSS (Mozilla -> IE).

TG: I think the first step is to start using it in graphics, that's the position that can be taken while keeping a site that has bitmaps and is "legacy compatible." After that I think people will start to use it in new and exciting ways allowing for rich user experiences. Many have them have already been done in test beds and different implementations, so those following SVG wouldn't see them as new, but for users they'd be a "whole new world."

JMZ: Do you think it possible that SVG maintains a presence as a web standard without any serious commerical sponsorship?

TG: I don't know that a single major corporate sponsor is required. I think that the "X factor" here is the different browser vendors. They've already pushed to make HTML 5 happen, I think they could go after SVG next. This would give them good in-browser implementations for things like animations that can only really be done with Adobe's Flash plugin today. I don't think that they like the idea of having the future of the web being implemented as a plugin.

JMZ: Finally, what relevance does SVG and SVG Tiny have for mobile device developers?

TG: Honestly, I'm not sure. I love the idea, but the pragmatist in me says that the only thing that matters is what everyone else is doing. I'm not sure if buzzwords like 'the whole Internet' win out and the device manufacturers are back competing (or including) products like Moblin or Opera. Most of these devices are marketing driven and I don't think people are buying based on spec compliance (they use IE).From a content builder's perspective they don't care specifically as they are stuck with standards like the 'Firefox 1.5' version of the spec. They love the standards as an ideal, but anyone who's developed for the web realizes that it's an ideal.

JMZ: Yes, I think that anyone who has followed the SVG saga knows that a spec and its implementation are like husband and wife, you can't possibly consider one without the other. Any final remarks, Ted?

TG: I am excited about the position that SVG is in, but I think that it really needs content producers to start to push it. It's beyond what tools and specifications can do. While the lack of IE support makes things difficult Microsoft does listen to their marketing department, and if websites are looking worse on IE than Firefox, they'll take notice. And then we can realize our dream of a ubiquitous SVG web.

Pensamento Político

Enquanto isso em meu Brasil...


é mesmo muita sacanagem... aferroar pelas costas, fazer tipo de santinho e ainda estampar a palavra "ética" em suas propagandas.

Esse povo precisa mesmo é ir para o inferno, ou então rezar mesmo pois só Deus para nos tirar dessa situação. Como se diz... Moro em um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza... Onde tudo se pode, afinal "é assim mesmo", "por isso que eu não gosto de política"... rs

PS.: reperaram a ferroada no detalhe... (sacanagem hein?!)

Imagens do Mestre Camus para download



Amigos tenho mais arquivos que desejo compartilhar com vocês!




Abertura do Hades
- Inferno para
celular
Imagens Mestre Camus de Aquário - Alta resolução pack1
Imagens Mestre Camus de Aquário - Alta resolução pack2
Mangá série Capítulo G nº11

Músicas de animes para download


Agora é bem mais fácil ouvir a música do meu anime preferido.

Para fazer o download é só clicar no nome.



Sakura - Tema Original do anime no Japão
Digimon Tamer's - With the will
Naruto - On the way
Dragon Ball GT- Tema original do anime no Japão

Crônica visual - Surfista Mineiro

video

Para quem gosta de Inkscape

Para quem gosta de Inkscape...

http://jack-of-all-tradez.blogspot.com/

http://www.youtube.com/watch?v=4Broe2mZ84k

Crônica - CHURRASCO DE RICO X CHURRASCO DE POBRE


CHURRASCO DE RICO X CHURRASCO DE POBRE




TRAJE FEMININO DE RICO
Calça capri de cor clara da Zara ou outra grife importada; Bolsas L.Vuitton, Prada. Camisetinha básic branca da ClubChocolate ou Doc Dog.Óculos Chanel, Valentino, sandalinha rasteira da Lenny. Ela sempre chega sozinha, dirigindo o seu próprio carro.DE POBRE Mini-saia curtíssima, blusinha da C&A estampada, tamanco de madeira de salto altíssimo, óculos coloridos, piercing e anel no dedo do pé... Muitas usam biquíni por baixo, na esperança de tomar um banho de piscina.TRAJE MASCULINO DE RICO Bermuda Hugo Boss ou Richard, camisa esporte Siberian ou Brooksfield, óculos Armani e aquela caminhonete importada bacana.DE POBRE Chinelo havainas com bandeirinha, bermuda florida ou feita de uma calça jeans cortada com a barriga aparecendo, cueca de fora, camisa do atlético jogada nas costas (eles morrem de calor) e óculos de camelô na testa. Chegam de Monza ou CG 125, ou ainda de carona com mais oito pessoas.A COMIDA DE RICO Normalmente eles não comem, quando comem é um pouquinho de cada coisa. Arroz com brócolis ou açafrão, farofa com frutas, filé de cordeiro, picanha argentina, mussarella de búfalo. Sendo que cada coisa a seu tempo e pausadamente.DE POBRE Vinagrete, farofa com muita cebola, maionese, muita asa de frango, lingüiça com pão de alho, costela e a tradicional bola da pá (que eles juram ser mais macia que a picanha!)A BEBIDA DE RICO Os homens, Chopp da Brahma ou cerveja Heineken geladíssima. As mulheres, tônica Schweppes Citrus ou Envian e Coca-Cola Light.DE POBRE Cerveja Nova-Skin ou Kaiser, geladas no tanque de lavar roupa cheio de gelo. Quem fica tonto mais rápido, bebe intercalando água da torneira. Muita caipirinha com Caninha da Roça, Del Rey Cola e Guaraná Del Rey.PRATO DE RICO Normalmente beliscam uma picanha servida num enorme prato branco liso de porcelana, taças adequadas a cada tipo de bebida: água, chopp, refrigerante.DE POBRE Os tradicionais pratinhos de alumínio ou papelão, isso quando não servem na própria tábua de cortar carne mesmo, eles ficam o tempo todo de olho na fila esperando diminuir. As bebidas são servidas em copinhos plásticos de 200ml. (compra-se a quantidade exata do número de convidados) ou servem naqueles de requeijão ou geleia para os convidados mais chegados: familiares, algum cabo da PM, Corpo de Bombeiros, Escrivão da Polícia, etc. (OS VIPS).MÚSICA DE RICO Jack Johnson, Maria Rita, música instrumental, Lounge Music e Jazz. Pode ser que contratem um grupo que toca chorinho, mas com músicos formados pela escola de Música da UFMG.DE POBRE Aquele pagodão de pingar suor, Zeca Pagodinho, Jorge Aragão e Revelação. Só CD's piratas (4 por 10,00) mídia azul/verde. Não pode faltar o funk ... O importante é tirar a galera do chão, depois de umas 2 horas de churrasco, todos já estão dançando, independente das idades ou credos. Também rola uma batucada improvisada com panelas, tampas ou qualquer objeto disponível que emita um som (cantam de Almir Guineto à Alcione). A mulherada tira a sandália, porque não está acostumada, e bota a poeira pra subir.O CHURRASQUEIRO DE RICO Contratado de uma churrascaria famosa. Trabalha com um uniforme impecável e traz consigo toda equipe necessária para atender todos os convidados.DE POBRE Amigo de um conhecido que adora fazer churrasco. Cada hora um fica um pouquinho pra revezar. Normalmente é um cara barrigudo que fica suando com uma toalhinha na mão (ele usa para enxugar o suor, limpar as mãos e o que mais precisar!). Adora ficar jogando cerveja na brasa para mostrar fartura!O LOCAL DE RICO Área coberta com piso de granito, tem mesinhas, ombrelones e bancos da Indonésia, num lindo jardim com piscina, mas ninguém se anima dar um mergulho.DE POBRE Normalmente na laje, com sol quente na cabeça ou chuva para acalmar o fogo (então é improvisada uma lona de caminhão como cobertura, mas só para proteger a churrasqueira), cadeiras só para quem chegar mais cedo (esses cedem o lugar para as grávidas que sempre chegam atrasadas), os demais ficam em pé, esbarrando uns nos outros e pisando no seu pé, mas não tem problema porque a maioria tá descalça. Sem esquecer o tradicional banho de mangueira, onde os bêbados começam com a brincadeira de querer molhar todo mundo.O FINAL DE RICO Em no máximo 4 horas, cada pessoa sai em seu próprio carro. Mas saem em momentos diferentes, para que o dono do churrasco possa fazer os agradecimentos a cada um com atenção.DE POBRE Dura no mínimo 8 horas e depois que todos já estão bêbados, o dono da casa diz que tem que trabalhar cedo no dia seguinte, mas o pessoal ainda quer fazer vaquinha para comprar mais uma caixa de cerveja Quem não tem carro pede carona ou vai de buzão mesmo. (isso sem falar nos que precisam curar o porre, estabacados no sofá ou no tapete, antes de pensar em ir embora!). O pessoal que tem carro, liga o som bem alto (pagode claro!) e sai buzinando, sorrindo e gritando : Valeu maluco! Amanhã tô aí...

Crônica Política

Bom Conselho...

Caso real - Engraçadíssimo

Aconteceu realmente na semana passada na rádio TUPI FM 104,1 em São  Paulo:

Locutor: - Quem fala?
Ouvinte: - É o Vicente.
Locutor : - De onde, Vicente?
Ouvinte: - Lapa!
Locutor: - Olha aí, Vicente da Lapa! Valendo o kit com camiseta e CD do Edson e Hudson.
Presta atenção! Qual é o país que tem duas sílabas e se pode comer uma delas?
Prestou bem atenção? Há um país com 2 sílabas e 1 delas é muito boa para se comer.
Dez segundos para responder.
Ouvinte: - CUBA!
Locutor: (mudo por alguns segundos e algumas risadas no fundo) - Tá certo,
senhor Vicente! Vai levar o prêmio pela criatividade. Mas aqui na minha ficha
estava escrito JAPÃO.
7 Temporadas completas de Naruto
As 7 primeiras temporadas Completas de Naruto. Naruto é uma série de mangá criada por Masashi Kishimoto, e serializada na revista semanal Shonen Jump desde 1999. Recebeu uma adaptação para anime em 2002 produzida pelo Studio Pierrot e exibida pela TV Tokyo. A série animada foi exibida até Fevereiro de 2007, quando recebeu uma sequência, Naruto: Shippuden, correspondente à segunda parte do mangá. O download deste arquivo é recomendado, porém sugiro cuidado e paciência ao baixar. Olha pessoal, o rapidshare é uma bosta e só permite baixar 100Mb por vez, isso é um saco... Já estou estudando uma forma de burlar esta regra. Abraço a todos.


Idioma: Legendado em Português
Formato:
Rmvb
Hospedagem: Diversas (maioria RapidShare)

Nota: Algumas pessoas me enviaram e-mails dizendo que estavam enfrentando dificuldades para fazer o download. Pessoal o link está na imagem da turma do naruto. (acima) É só clicar. Mas para quem gosta de tudo bem direto vou por aqui embaixo, ah! pessoal espere 20 segundos até o 4shared carregar viu, dessa um pouco a barra de rolagem e click em Download file: download de Naruto 7 Temporadas com legendas em português do Brasil.

BBB 8



Eu também fiz minha inscrição! Será que eu vou?

Sobre inkscape - Processo de migração



O Inkscape veio melhorando demais nos últimos meses. Eu tive a oportunidade de "pegar" o software quando ainda estava neio "duro" "rígido", mas agora está demais. Prá falar a verdade o inkscape evoluiu tanto que não uso mais o corel com frequencia... Com ressalva em algumas situações em especial... No dia-a-dia prefiro e sugiro a utilização do Inkscape mesmo. Além de ser muito mais fácil criar objetos com transparencia ele salva em EPS e AI então não há motivo para não migrar! Só um toque... quando vc salva com bordas esvanecidas em EPS e AI não vai. E o PDF é bom que vc salve em SVG ou PNG e faça o processo no Open Office ou no Scribus. Software é assim, sempre tem uma manha mesmo...


ha ha aha ha haa .... ha ha ha ....

O Inkscape é bom demais. E pra quem é resistente tem versão para
windows tambem.

Download: http://www.inkscape.org/

A imagem acima eu fiz no Inkscape, ficou legal demais...

Iconografia - CTRLC CTRLV

Iconografia

Olá amigos! Neste artigo iremos falar um pouco sobre o pensamento modernista onde se prega o "essencial" para as diversas manifestações do Design.

A palavra iconografia pode ser traduzida literalmente como "escrita de imagem". Do grego "Eikon" (imagem) e "Graphia" (escrita). Seu uso está ligado à criação de projetos (design), ao simbolismo (veja artigos anteriores sobre o dicionário de símbolos) e à Igreja. Ela pode se referir também aos signos que sejam significativos para determinadas culturas seguindo suas crenças e valores socioculturais.

A iconografia é, portanto, o conjunto de imagens relativas a determinado assunto, sendo considerada a arte de representar por imagens.

"Ícone" é uma palavra grega que significa "imagem" - representação.

"Iconografia é um ramo da história da arte cujo objeto de estudo é o tema e significado das obras de arte em contraposição à sua forma". Erwin Panofsky

Alguns pontos devem sempre ser lembrados para com a iconografia, sendo deveras importante:

Identificação: Sua leitura deve ser simplificada para que todos consigam, sem muitos problemas, saber do que se trata a imagem;

Descrição: A imagem pode possuir descrição simbólica perante a cultura, implicando em sua aceitação inicial ou não;

Classificação: Poderá ser classificada como cultural, ilustrativa, religiosa, etc.;

Interpretação: Seu valor de interpretação deverá ser classificado como de fácil aceitação, em momento algum poderá ser mal compreendido ou trazer duplo sentido.

A arte iconográfica se mantém forte no mundo todo e o interesse pelos Ícones têm feito ressurgir as antigas técnicas dos modelos bizantinos trazidas pelas mãos dos iconográficos modernos.

Na Igreja Ortodoxa e nas Igrejas Católicas orientais é a designação da pintura sobre madeira, representando a imagem da Virgem e dos santos.

Pode-se considerar, religiosamente, que a arte do ícone é, na realidade, uma representação do caráter espiritual da forma humana, através da expressão não-natural das Pessoas Sagradas onde o ícone é uma janela aberta nos dois sentidos entre o céu e a terra.

Ele mantém em si mesmo história, tradição, simbolismo, teologia e arte.

Diz-se que o primeiro iconográfico foi São Lucas, o Evangelista, que desenhou na tábua de uma mesa a imagem da Virgem Maria.

Prof.ª Virginia Revuelto | www.iconografia.com.br

A Microsoft e a iconografia

A Microsoft está sempre mantendo vivo seu estudo sobre iconografia. Um bom exemplo disso são os ícones apresentados em seu sistema operacional Windows XP.

O estilo dos ícones possui divertimento, suas cores exibem abundância de energia. Cada ícone é trabalhado em programas vetores e manipulado, então, no Adobe Photoshop para criar uma imagem bonita.

Esboço e exibição do trabalho final do ícone:

Algumas considerações:

01. Usar conceitos pré-estabelecidos onde seja possível assegurar a consistência dos conceitos para o usuário;

02. Considerar como o ícone aparecerá no contexto de relação de usuário e como trabalhar em seu conjunto de ícones;

03. Considerar o impacto cultural de seus gráficos. Evitar o uso de letras, palavras, mãos, ou caras nos ícones;

04. Se combinar objetos múltiplos em uma imagem em um ícone, considerarem como será sua apresentação em tamanhos menores. O sugerido é não utilizar mais de três objetos em um ícone. Para o tamanho 16 x 16, você pode também, considerar, remover os objetos ou simplificar a imagem para melhorar a visualização (exemplo da imagem acima).

Estas são as cores preliminares utilizadas em seus ícones:

Essa referência se encontra no site MSDN Library.

Iconografia na web

Os ícones aplicados aos sites da web trazem uma grande consistência à navegação. O usuário se mantém mais próximo do conteúdo por se sentir familiarizado. Isso se deve à acessibilidade visual encontrada em seu sistema operacional, possibilitando que usuários, não tão familiarizados com a computação, consigam se sentir seguros com a navegação.

Assim como já dito, é importante que esses ícones ilustrativos sejam direcionados para seu devido fim, vedando qualquer tipo de duplo sentido ao usuário.

Todo cuidado é pouco para manter sua legibilidade e contraste adequado. O mesmo pode vir acrescido de textos que, além de manterem o padrão de nitidez, fará uso correto das cores para evitar problemas com usuários portadores de algum tipo de deficiência visual, tal como o daltonismo.

Certifique-se que os ícones possam ser bem visualizados em preto e branco sem perder sua qualidade, caso isso venha a acontecer experimente remover os detalhes sendo mais direto na comunicação.

ícones - www.famfamfam.com

Um ícone ocupa menos espaço do que o seu equivalente em palavras tornando a visualização da página mais agradável.

Sempre que desenvolver os ícones, faça-os como um conjunto, relacionando com todos do grupo, mantendo o mesmo segmento visual e também com as tarefas do usuário.

O estilo de ilustração tende a comunicar conceitos metafóricos do mundo real mais efetivamente que símbolos abstratos, assim como prega a Microsoft.

A memorização dos ícones também é de grande importância para um bom acesso. Consulte os artigos anteriores intitulados como Mnemônico.

No geral, a iconografia está presente em vários segmentos artísticos.

Técnica inusitada - GIMP



Esta é uma demonstração de pixel coloração que consegui fazer no Gimp (O fundo foi recortado e substituido por preenchimento gradiente).


Mais uma demonstração com o fundo totalmente transparente:


Agora uma combinação de efeitos:


O Processo é simples. abra a imagem no GIMP, posterize no nível desejado, selecione por cor e colorize. :)

O efeito fica parecido com o trace do inkscape, mas é mais legal. Você pode controlar a variação dos pixels e ainda fazer trabalhos que necessitem desta sinuosidade como ícones para jogos de celular e games para consoles diversos.
Basicamente esta técnica não vi em lugar nenhum, imaginei isso após ver o meu Mega-Man de (mega drive), todos aqueles pixels, me veio isso.